14 maio 2011

O circo da vida!


Neste circo chamado vida eu sou o palhaço principal,
sou aquele que te diverte enquanto eu mesmo me entrego a dor e ao sofrimento.
Sou aquele que te entretem enquanto meu corpo se corrói em detrimento e amargura.
Sou aquele que sorri para qualquer um que lhe preste uma ligeira atenção.
Sou aquele que se perde e se encontra nos olhares alheios
Sou aquele que te abraça desejando sinceramente fugir...
Ir, para nunca mais voltar!

Eu sou o palhaço,
aquele personagem que pinta, borda, saltita enquanto o seu coração habita,
Meu peito é uma caverna profunda onde muitos se perdem e nenhum se encontra.
Meu sorriso é o seu abrigo, minha lágrima o meu inimigo.

Seja bem vindo à minha vida, este é o meu picadeiro.
É aqui que apresento meu espetáculo diante de uma platéia sedenta de sofrimento.
Me perco no pulo, de mim eu me anulo, lamúria e dor... assim eu te cumprimento.

Se você achou que a vida do palhaço é um mar de rosas, Parabéns!
Você se afogou em um mar de espinhos chamado REALIDADE.
Bem vindo ao circo chamado vida!
Onde Eu, você, todos nós, não passamos de PALHAÇOS!

Autor: Cláudio Nanti